Decreto permite ensino híbrido 21 dias após 1ª dose de vacina, que ocorre em profissionais da Educação Infantil

A Prefeitura de Campos publicou, em edição suplementar do Diário Oficial desta segunda-feira (07), o decreto 193/2021, mantendo a Fase Amarela no município até o dia 28 de junho. A maior novidade do decreto fica por conta da possibilidade de volta às aulas no modelo de ensino híbrido seguro em um prazo de 21 dias após a primeira dose da vacinação contra a Covid. Neste momento, estão sendo imunizados apenas os colaboradores da Educação Infantil, o que permitirá a retomada específica deste segmento primeiro. O encaminhamento dos alunos às escolas será opcional aos pais.
Os trabalhos da educação de cada unidade escolar poderão ser liberados em conformidade com as orientações da Secretaria Municipal de Saúde. A decisão foi tomada durante reunião do Gabinete de Crise e Combate à Covid-19, realizada nesta segunda-feira. 
A vacinação teve início em maio e, após ser suspensa pela justiça, foi retomada este mês.  Neste período, após a imunização gradativa dos profissionais de Educação de cada segmento, estarão autorizadas as escolas de educação infantil, ensino fundamental e médio, de acordo com a portaria da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, que estabelece o Plano Municipal de Ensino Híbrido Seguro.
Segundo a Prefeitura, mais de 30 unidades escolares da rede privada estão com licenciamento sanitário com check-list Covid aprovados pela Vigilância Sanitária, entre elas, quatro unidades do Centro Escola Riachuelo.
O processo de retomada das atividades acontecerá, inicialmente, em parte da Matriz da Riachuelo, além das filiais da Gilberto Cardoso, Jardim Carioca e Goitacazes. Apesar de também já estar com a estrutura readaptada aos protocolos sanitários, a unidade da João Maria não foi incluída, neste momento, por não ter alunos da Educação Infantil.
De acordo com o decreto, as escolas também estão autorizadas a oferecer atividades esportivas e atendimentos psicossociais promovidos por profissionais de educação e de saúde, já imunizados contra Covid-19, para grupos de até sete estudantes, desde que cumprido o protocolo “Regras da Vida” da Vigilância Sanitária e o Manual Operacional do Ensino Híbrido na Pandemia, no que couber. 
Durante a reunião do Gabinete de Crise e Combate à Covid, a coordenadora da Vigilância Sanitária, Vera Cardoso de Melo, apontou que o órgão segue realizando a vistoria nas escolas, para verificar a adequação aos protocolos sanitários do “Regras da Vida”, para garantir “segurança para profissionais e alunos, oferecendo tranquilidade aos pais”.
Veja o decreto clicando no https://www.campos.rj.gov.br/arquivos/DO/2021/Jun/SuplementoDiarioOficialEletronicoEdicao-861.pdf

Com informações da Secom-Campos.